sábado, 16 de agosto de 2014

RESENHA: Divergente - Veronica Roth


Título: Divergent / Divergente
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 504
Ano: 2012

Skoob

Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.

A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.

E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

   "Escolher a Abnegação exigiria uma grande demonstração de altruísmo da minha parte, e escolher a Audácia exigiria uma grande demonstração de coragem, e talvez apenas a escolha entre uma das duas facções já seja uma comprovação de onde eu pertenço. Amanhã, essas duas qualidades se enfrentarão dentro de mim, e apenas uma poderá vencer."

Tris não é uma garota fraca, que é justamente o que todos pensam por ela ser uma Careta (pessoas que fazem parte da Abnegação). E ela vai provando isso a medida que o tempo passa, para si própria e aos outros que duvidam dela. Ela participa de vários desafios que fazem o seu lado audacioso se soltar cada vez mais.

        "... não pulei do prédio porque queria ser como os membros da Audácia. Pulei porque já era como eles, e queria me mostrar para eles. Eu queria reconhecer uma parte que a Abnegação me obrigava a esconder."

Segundo TODOS, a divergência é um perigo. E ela tem que esconder o máximo possível, esse "dom". Divergentes não podem ser controlados, e algumas pessoas tem medo disso.

POSSÍVEL SPOILER:

E a medida que o tempo passa, ela se descobre apaixonada pelo seu lindo e misterioso instrutor Quatro. (!!!)

      "Beijamo-nos outra vez e, desta vez, a sensação parece natural. Sei exatamente como nossos corpos se encaixam, com o seu braço ao redor da minha cintura, minhas mãos em seu peito, a pressão de seus lábios nos meus. Nós já memorizamos um ao outro."

Esse livro com certeza, é um dos meus favoritos. Tem romance, ação e um pouquinho de mistério. Veronica narra a Tris evoluindo, sempre questiona os amigos a volta. Simplesmente, é um livro MUITO BOM!!!! Se você ainda não leu, por um milagre, leia. Não vai se arrepender!


 



6 comentários:

  1. Nossa adorei a resenha, deu mais vontade de ler esse livro !
    http://nuvensdelivros.blogspot.com.br/
    Beijinhos :*

    ResponderExcluir
  2. Aaah, obrigada! Leia, leia, leia, leia. Eu adorei, e é porque ainda nem terminei a trilogia :v

    ResponderExcluir
  3. Achei o livro beeem mediano, mas ainda assim pretendo ler os outros dois volumes. Poderia ser melhor desenvolvido e mais objetivo. Gostei da resenha :)

    http://cantinadolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que nem todo livro é PERFEITO! Mas eu simplesmente gostei pra caramba. Tô muito ansiosa pra ler as continuações ;) Obrigada.

      Excluir
  4. Eu to precisando criar coragem para ler, pois já assisti o filme e não li o livro ainda, mas o livro parece ser muito bom mesmo.

    http://perdidoemlivros.blogspot.com.br/

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro com certeza é melhor que o filme. Reli o livro, e revi o filme esse dias, e pude perceber várias diferenças (assim como a maioria). Deixam de colocar vários detalhes e várias coisas realmente não são como no livro, mas não perde o foco principal. Leia logo, se não gostou do filme, pode gostar de livro ;)

      Excluir