sábado, 21 de novembro de 2015

RESENHA: Desperta ao Amanhecer - C. C. Hunter

CONTÉM SPOILER DO LIVRO ANTERIOR


Título: Desperta ao Amanhecer #2
Autora: C. C. Hunter
Editora: Jangada
Páginas: 352
Ano: 2012

Skoob












No segundo livro, Kylie ainda está em busca de descobrir de que espécie ela é (estou lendo o terceiro, e isso ainda está sendo tratado!).
Definitivamente a parte mais engraçada (para mim) foi o surto de crescimento.


 A todo momento Kylie aparece com algum "dom" diferente, e isso deixa a pessoa confusa pra caramba - e os personagens também. Mas aparecem tantas coisas ao passar da história, que às vezes eu esquecia.
A maior confusão dela é com o coração. Lucas vs Derek ; lobisomem vs fae. E realmente ela fica parecendo uma barata tonta, de um lado pro outro.

E ainda por cima tem um fantasma a alertando de que alguém que ela ama vai morrer. E como ela pode impedir isso? Não sei, está no livro.

É perceptível a evolução dos personagens. Esse livro tem bem mais ação que o primeiro, e bastaaante mistério, você fica envolto em toda essa névoa de mistério até o final do livro. E quando começa o próximo volume, é a mesma coisa. Ás vezes eu acho que a Kylie é alguma "parada especial" porque, minha nossa senhora, é tanta coisa que acontece com essa coitada.
Creio que essa série é mais uma daquelas que a personagem - e a escrita do autor - vai amadurecendo e melhorando a cada volume.

"Nesse instante ela soube que o amor não tinha fronteiras, nem mesmo a morte. O amor não tinha temperatura."

Sempre que leio algum livro dessa série, funciona assim: começo aos poucos, depois da página 50 mais ou menos eu engato a leitura e quase não paro mais. O que é bom, né?! Como eu disse na resenha anterior (leia aqui), eu não sabia nada sobre a série, entrei de cabeça e não me arrependo.

" - Obrigada, mas isso não vai resolver nada. É como um band-aid num ferimento à bala.
- Eu sei. Mas, quando tudo o que você pode oferecer a alguém é um toque reconfortante, é isso que você quer fazer."




2 comentários:

  1. Oi, Nath. Tudo bem com você?
    Adorei a resenha. O blog está uma graça!

    Beijocas da Jay
    aprateleira2014.blogspot.com.br

    ResponderExcluir