quinta-feira, 9 de julho de 2015

Resenha: A Herdeira - Kiera Cass


Título:  A Herdeira
Autor(a): Kiera Cass
Editora: Seguinte
Trilogia: A Seleção #4
Páginas: 392
Ano: 2015


Sinopse: No quarto volume da série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil, descubra o que vem depois do “felizes para sempre”. Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.


"Nunca consegui prender a respiração por sete minutos. Nem sequer por um. Uma vez tentei correr um quilômetro e meio em sete minutos depois de descobrir que alguns atletas faziam isso em quatro, mas fracassei espetacularmente quando pontadas na lateral do abdome me deixaram exausta no meio do percurso."

Bom pessoal, preciso desabafar kkkkk. Eu li A Herdeira muito rápido, em questão de dois dias - Para #MLI2015 - E minha primeira impressão do livro, foi que eu definitivamente não gostava da Eadlyn, mas ao longo da leitura isso foi mudando, e ao término, já sentia um carinho enorme pela princesa indecisa. Acho que eu não gostei dela inicialmente, por ela ser um pouco mimada e achar que tudo gira ao seu redor, mas eu fui conhecendo ela, percebi que ela ia além disso.

"Você é Eadlyn Schreave. Será a próxima pessoa a governar este país e a primeira garota a fazer isso sozinha. Nenhuma pessoa (...) é tão poderosa quanto você."

Logo no começo do livro, nas páginas 22 e 23, seus pais - Maxon e América - sugerem que Eadlyn faça uma seleção, para poder distrair o país, dos conflitos que estão ocorrendo por causa da eliminação das castas. E a princesa não gosta nada, pois acha que não precisa de um marido para ser rainha, mas no fim por seus pais e pelo país acaba concordando.

"Não sei ao certo se acredito em destino. Mas posso dizer que às vezes aquilo que você mais deseja vai cruzar sua porta determinado a te evitar a qualquer custo. E, ainda assim, de algum jeito, você descobre que é suficiente para fazê-lo ficar." - Maxon (pág 63)

Durante o livro, nós acompanhamos os problemas que a futura rainha de Illéa enfrenta, e também acompanhamos sua mudança de pensamentos sobre a seleção. Bom, eu não imaginava que ela seria tão diferente dos pais e acreditava que tantas coisas iriam dar errado como aconteceu.

"Há coisas sobre nós mesmos que só aprendemos quando deixamos alguém se aproximar de verdade." - Ahren (pág 141) 

Enfim, o quarto livro da série, como nos outros, não veio somente focado na seleção, mas também nos problemas das pessoas ao redor daquilo tudo. A Herdeira superou as expectativas que eu tinha sobre a estória, eu sabia que seria um livro bom, mas não imaginava que seria dessa forma. O final do livro, é sem dúvida a parte mais impactante, e eu estou aqui querendo espancar a Kiera, mas não posso, pois preciso da continuação desse. Resumindo, o livro é MUITO BOM, então leiam pessoal.

Excenlente


* Bom pessoal, como vocês sabem, estou participando a Maratona Literária de Inverno, e A Herdeira foi o primeiro livro da semana. Eu gostaria muito de poder ficar atualizando vocês aqui no blog, mas eu não tenho computador, e como sou muito sortuda, meu celular quebrou sábado. Eu uso o notebook e o celular da minha tia quando dá, mas são dela e ela é universitária, então nem sempre estão disponível. Então qualquer atraso meu, peço-lhe desculpas antecipadamente. Se vocês quiserem me acompanhar mais frequentemente sobre minhas leituras, me sigam no snap: karol_sousa45. 

Veja mais resenha sobre a série:

A Seleção
A Elite
A Escolha
Contos da Seleção: O Príncipe & O Guarda

Nenhum comentário:

Postar um comentário