quarta-feira, 29 de julho de 2015

Resenha: A espiã que sabia de menos


Título: A espiã que sabia de menos/ Spy
Ano de lançamento:  4 de junho de 2015
Duração:  2hr
Direção: Paul Feig
Elenco: Melissa McCarthy, Jason Statham, Jude Law, Rose Bryne.
Gênero: Comédia, Ação, Crime.
Nacionalidade: EUA



Sinopse: Susan Cooper (Melissa McCarthy) é uma despretensiosa analista de base da CIA, e heroína não reconhecida por trás das missões mais perigosas da Agência. Mas quando seu parceiro (Jude Law) sai da jogada, e outro agente (Jason Statham) fica comprometido, Susan se voluntaria para se infiltrar no mundo de um traficante de armas mortais e evitar um desastre global.



Eu asssiti esse filme, final de semana de semana passado, e me surpreendeu com a quantidade de risadas que me tirou, o filme é hilário - Eu tenho um sério problema com filmes de Ação + Comédia, porque o cara pode estar morrendo, mas eu tô rindo -.

Bom, o filme já começa com um agente da CIA executando uma missão, daí já começa toda a palhaçada. Ele é ajudado de dentro da CIA, pela analista Susan Cooper, que faz todo trabalho de pensar, digamos assim. Susan é apaixonada pelo seu parceiro, mas nunca teve coragem de assumir.

Depois de algum tempo, já em outra missão, ele morto por uma criminosa muito poderosa, que tem agentes infiltrados na CIA. A Partir daí, a treta começa mesmo. A chefe dela, encontra um vídeo de 10 anos atrás, onde Susan está fazendo um treinamento para ser espiã, só que naquele ela não passou - Não lembro se é algo relacionado a seu peso - E diz que ela será a agente substituta, por um tempo, e vai ter que administrar a missão do seu parceiro morto, o que se torna bemmmm engraçado - Esse parceiro dela, era o melhor - E ela acaba aceitando, parte por ela e parte para vingar seu amigo.

Ao longo do filme, ela conta com a ajuda de várias pessoas. Sua amiga analista - Super atrapalhada e engraçada, passa a ajudá-la - Também tem um ex agente da CIA - Muito engraçado, e 10x mais atrapalhado que a analista - Que era amigo do agente morto,e deseja vinga-lo também, mas atrapalha mais do que ajuda. E por fim um agente tarado lá, que dá em cima de Susan o filme inteiro, é muito engraçado!

Não vou mentir, o filme tem bastante palavrões, mas acaba se tornando engraçado, e não escroto. Porque tudo faz parte do disfarce que ela tem que seguir. Mas pessoal, é um ótimo filme. podem assistir - Só não assistam com crianças, só acho kkkk -.


Excelente








Nenhum comentário:

Postar um comentário